Quem somos

O Projeto ESD nasceu da nossa experiência de drogadição na adolescência, vivenciada por Laila e Arlem Maffra.

No sexto ano, eu conheci as drogas em uma escola da zona oeste de Manaus. A informação foi passada de uma forma disfarçada, sedutora e irresistível. Antes de me apaixonar pela droga, apaixonei-me pela tribo dos influenciáveis, curiosos, descolados, rebeldes e inocentes. Um desses membros da tribo em especial prendeu meu coração estudantil. Era “O boto” que seduziu-me com seu amor fatal. Quando o beijei pela primeira vez, não percebi que aquele beijo continha o químico mortífero das drogas. Tarde demais para voltar atrás. Essa paixão pelo aluno usuário influenciou-me a experimentar. Era como se eu tivesse caído em uma armadilha.

Presa e indefesa percorri caminhos jamais imagináveis. Episódios marcantes para uma adolescente de apenas 13 anos: tentativa de homicídio, suicídio, overdose, hospício e por fim encaminhada pelo juizado da vara da infância de Manaus, através de uma juíza. Tinha apenas duas escolhas: FEBEM ou clínica. Optei pelo tratamento de um ano em Brasília (DJB). Ao sair da comunidade terapêutica, já comovida pela causa e decidida a desmascarar o monstro sedutor das drogas ao lado do Dr. Manoel Martins e Arlem Maffra, levamos para o governador Gilberto Mestrinho a proposta de implantarmos o Desafio Jovem em Manaus. Foi um sonho realizado.

Passei alguns anos trabalhando no tratamento, mas logo percebi que a ação de maior combate às drogas é sem dúvida a informação através da prevenção. Então nasceu a ideia de transformarmos a nossa experiência em dois romances. O primeiro deles foi o livro Droga Disfarçada de Estudante (história do Arlem Maffra vivenciada em Belo Horizonte, em uma escola da zona oeste); o segundo é o livro Droga Disfarce Irresistível (história de Laila Maffra vivenciada em Manaus em uma escola da zona oeste). Essas literaturas servem de link para chegarmos aos corações dos adolescentes, a fim de plantarmos a semente da prevenção, para que eles possam adquirir resistência no combate ao monstro exterminador de sonhos, chamado: DROGAS.